domingo, 15 de julho de 2018

Mirieli Santos conquista prata no salto triplo

15|07|2018 - 10:05 | Assessoria de Imprensa da CBAt

São Paulo - Mirieli Estaili Santos conquistou neste domingo (dia 15) a medalha de prata do salto triplo do Campeonato Mundial Sub-20 de Atletismo, no Ratina Stadium, na cidade de Tampere, na Finlândia. Foi a segunda medalha brasileira na competição, encerrada neste domingo, e a 14ª de toda a história.
Fonte: CBAt

Mirieli, nascida em Conceição Araguaia (PA) mas criada a vida toda em Sorriso (MT), garantiu a prata em sua quinta tentativa, quando saltou 13,81 m (1.5), quebrando o seu recorde pessoal, que era de 13,60 m (0.6), obtido na qualificação deste sábado (14).

A brasileira, que não participou do Campeonato Brasileiro Caixa Sub-20, no final de junho, por causa de uma lesão na coxa esquerda, em Bragança Paulista (SP), comemorou muito a recuperação e a medalha, abraçado ao treinador Marcos Vieira, do ASA Sorriso.

"Não sei nem dizer o que estou sentindo. Não dá para explicar. Estou muito feliz, quando dei o quinto salto tinha certeza da medalha. Nossa. Só diz que estou muito feliz", disse por telefone. "Acho que a ficha vai cair mais tarde", completou.

Para o técnico Marcos Vieira, a medalha é um grande prêmio. "Isso é fruto de muito trabalho, de muita dedicação. A gente mora no interior do interior. Temos o apoio da Prefeitura de Sorriso, mas enfrentamos dificuldades", comentou o treinador.

No Mundial, Mirieli, que assumiu o quarto lugar no Ranking Mundial da categoria da IAAF, só foi superada pela búlgara Aleksandra Nacheva, que marcou 14,18 m (1.6). A cubana Davisleydi Velazco ficou com a medalha de bronze, com 13,78 m (1.4).

A outra medalha brasileira foi conquistada neste sábado por Alison dos Santos nos 400 m com barreiras. Ele ficou em terceiro lugar, com 49,78 m, com recorde pessoal.

No revezamento 4x400 m feminino, a equipe brasileira, formada por Marlene Santos, Tiffani Marinho, Chayanne da Silva e Letícia Lima, terminou na oitava colocação, com 3:34.55, novo recorde sul-americano. O anterior era da Colômbia, com 3:36.74, desde 2011. 

O pódio foi formado pelos Estados Unidos (3:28,74), Austrália (3:31.36) e Jamaica (3:31.90).

O Brasil teve uma delegação com 20 atletas em Tampere - sete homens e 13 mulheres. Os brasileiros participaram de oito provas finais em Tampere. Além da medalha de prata de Mirieli e de bronze de Alison Santos, destaques para:

5º - Pedro Henrique Rodrigues - lançamento do dardo
6º - Lorraine Martins - 100 m
7º - Lorraine Martins - 200 m
8º - Revezamento 4x400 m (Marlene Santos, Tiffani Marinho, Chayanne da Silva e Letícia Lima)
9º - Valquiria Meurer - lançamento do disco
10º - Fabielle Samira Ferreira - lançamento do dardo

"Formamos uma Seleção forte para o Mundial Sub-20 e todos os convocados garantiram vaga ao atingirem índices. Gostaria de dar meus parabéns a todos pelo empenho com quem defenderam o Brasil", comentou o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Warlindo Carneiro da Silva Filho.

O Brasil passa a ter agora 14 medalhas na história do Mundial Sub-20, sendo três de ouro, duas de prata e nove de bronze.

Alison Santos conquista bronze no Mundial da Finlândia

14|07|2018 - 10:51 | Assessoria de Imprensa da CBAt

São Paulo - Alison Brendon Alves dos Santos conquistou neste sábado (dia 14) a medalha de bronze na prova dos 400 m com barreiras do Campeonato Mundial Sub-20 de Tampere, que termina neste domingo (15), no Ratina Stadium, na Finlândia. Foi a primeira medalha brasileira da competição.

Para garantir um lugar no pódio, o paulista de 18 anos, nascido na cidade de São Joaquim da Barra, completou a prova em 49.78, melhorando o seu recorde pessoal, que era de 50.48. A medalha de ouro ficou com o sul-africano Sokwakhana Zazini, com 49.42, enquanto a prata foi para Bassem Hemeida, do Catar, com 49.59.
Fonte: CBAt

Treinado por Felipe Siqueira da Silva, no Pinheiros, Alison comemorou muito o resultado. "Sabia que tinha condições de brigar por uma medalha e para isso teria de melhorar meu tempo. Estou muito feliz por levar a medalha para o Brasil e quero agradecer ao meu treinador e aos meus familiares", disse o atleta, logo após a prova, enrolado numa bandeira brasileira.

Ouro no ano passado no revezamento misto 4x400 m no Mundial Sub-18 do Quênia, Alison estava qualificado para correr também os 400 m, mas abriu mão por causa do calendário de provas do Mundial. "Ele teria de fazer as duas provas no mesmo dia e decidirmos investir nas barreiras", lembrou Felipe Siqueira. 

No lançamento do dardo, o amazonense Pedro Henrique Rodrigues, 10º lugar no Ranking da categoria da IAAF antes do Mundial, conseguiu outro bom resultado. Ele terminou na quinta colocação, com 72,44 m. 

O australiano Nash Lowis conquistou o ouro, com 75,31 m, seguido do norte-americano Tzuriel Pedigo, com 73,76 m, e do alemão Maurice Voigh, com 73,44 m.

Sexta colocada nos 100 m, a brasileira Lorraine Martins terminou em sétimo lugar na final dos 200 m, com 23.91 (-0.1), acusando o desgaste de quatro dias seguidos de competição. Aos 18 anos, ela foi quarta colocada no ano passado nos 100 e nos 200 m do Campeonato Mundial Sub-18, disputado em Nairóbi, no Quênia.

A jamaicana Briana Williams conquistou a medalha de ouro, com 22.50, novo recorde do Campeonato, seguida da norte-americana Lauren Rain Williams, com 23.09, e da polonesa Martyna Kotwila, com 23.21.

Na final dos 10.000 m marcha atlética, o brasileiro Matheus Gabriel Correa obteve o melhor tempo de sua carreira em prova de pista, com 42:55.70, terminando na 17ª posição. A chegada foi muito disputada e decidida no fotofinish. O pódio foi formado pelo chinês Yao Zhang (40:32.06), pelo equatoriano David Hurtado (40:32.06) e pelo guatemalteco José Ortiz (40:45.26).

Boa prévia para a final - Mirieli Estaili Santos precisou apenas de duas tentativas para garantir com segurança sua vaga na final do salto triplo, marcada para as 8 horas deste domingo (15) no horário de Brasília. Ela saltou 13,13 m (0.2) na primeira e 13,60 m (0.6), seu novo recorde pessoal, na segunda.

Mirieli entra na final com a segunda melhor marca entre as 12 qualificadas. Ela só perde para a búlgara Aleksandra Nacheva, com 13,68 m (0.0).

"Entrei bem tranquila na prova e foi incrível conseguir minha melhor marca. Agora, meu objetivo é tentar melhorar mais ainda na final e lutar pela melhor colocação possível", disse a atleta, nascida no Pará, mas que vive em Sorriso, no Mato Grosso desde os 3 meses.

O revezamento 4x400 m feminino também passou para a final deste domingo, às 08:58 no horário de Brasília. A equipe formada por Marlene Santos, Tiffani Marinho, Chayenne da Silva e Leticia Lima terminou em terceiro lugar na série 1, com 3:36.22, novo recorde brasileiro da prova. O anterior era de 3:40.56, estabelecido em 2002, em Belém (PA).

Nos 110 m com barreiras, Micaela Rosa de Mello não avançou a final. Ela ficou em quarto lugar na série 1, com o tempo de 13.63 (-1.1). No geral, terminou na 14ª colocação

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Atleta Mikael vai para o Pan Universitário

O atleta Mikael Antonio de Jesus foi convocado para a seleção brasileira de atletismo, Vai representar o Brasil no Jogos Universitários Pan-Americanos, que serão disptados semana que vem em São Paulo, Mikael vai correr na prova de 400 metros com barreiras. Ele é atleta da equipe Fecam e , nesta competição, representará a faculdade Integrado.


Alison, Lorraine e Pedro Henrique nas finais do Mundial na Finlândia

13|07|2018 - 16:10 | Assessoria de Imprensa da CBAt

São Paulo - Alison Santos passou para a final dos 400 m com barreiras, numa prova atrasada por causa da forte chuva que caiu em Tampere, cidade da Finlândia onde é realizado o Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20. O brasileiro, de 18 anos, venceu a primeira série semifinal com 50.90 nesta sexta-feira (dia 13) e disputa a final da prova neste sábado (14), a partir das 09:52 no horário de Brasília (15:52 em Tampere).

Atleta do Pinheiros, treinado por Felipe Siqueira, Alison terminou com o sétimo melhor tempo da fase semifinal. O sul-africano Sokwakhana Zazini obteve o melhor tempo, com 49.43. "Tentei fazer o melhor e estou na final. Vou fazer o mesmo no sábado. Estou bem treinado", disse Alison, medalha de ouro no revezamento 4x400 m misto do Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia de 2017.
Fonte: CBAt

Lorraine Martins, sexta colocada nos 100 m, conseguiu classificação também para a final dos 200 m nesta sexta-feira. Ela passou pelas eliminatórias ao ficar em terceiro na série 3, com 23.75. Nas semifinais, ficou em quarto lugar na série 2, com 23.64 (-0.1), entrando por tempo na final deste sábado (14), às 09:05 (15:05). Já Letícia Lima passou pelas eliminatórias, com 24.03 (-0.1) na série 1. A piauiense ficou, porém, nas semifinais, também na série 1, com 24.64 (-0.5).

No lançamento do dardo, o amazonense Pedro Henrique Rodrigues passou pela qualificação no Grupo B, com 69,71 m. Ele ficou em sétimo no grupo e em 10º no geral. Já o mineiro Luiz Mauricio da Silva, no Grupo A, não se classificou, com 60,74 m. A final será disputada a partir das 09:25 (15:25) deste sábado no horário de Brasília. "Consegui uma marca suficiente para passar para a final. Agora, tenho de me superar, preciso melhorar meu resultado pessoal para obter uma boa colocação no Mundial", disse Paulo Henrique.

Nos 100 m com barreiras, a catarinense Micaela Rosa de Mello passou para as semifinais deste sábado, a partir das 07:55. Ela ficou em segundo lugar na série 3 das eliminatórias, com 13.68 (-0.9). A vencedora foi a jamaicana Amoi Brown, com 13.49. Micaela vai para a próxima fase, com o nono tempo.

Nas semifinais do revezamento 4x100 m, a equipe formada por Micaela Rosa de Mello, Gabriela Mourão, Leticia Lima e Tiffani Marinho não passou para a final deste sábado, embora tenha conseguido o melhor tempo da temporada, com 45.28. A Irlanda ganhou a prova, com 44.27.

Neste sábado, Mirieli Santos faz a qualificação do salto triplo, a partir da 04:00 (10:00). Quinta colocada no Ranking Mundial da categoria com 13,46 m, a atleta é uma esperança de luta por medalha. Mirieli, atleta do ASA Sorriso, do Mato Grosso, vem de contusão muscular, mas o técnico Marcos Vieira garante estar totalmente recuperada.

Às 04:45 (10:45), o catarinense Matheus Gabriel Correa disputa a final dos 10.000 m marcha atlética. Ele terá 33 concorrentes na prova. Já o revezamento feminino 4x400 m entra na pista do Ratina Stadium para as semifinais da prova, a partir das 05:50 (11:50) no horário de Brasília.

O canal 3 da SporTV promete transmissão ao vivo do evento a partir das 07:00 deste sábado.

Lorraine termina em 6º lugar nos 100 m da Finlândia

12|07|2018 - 15:59 | Assessoria de Imprensa da CBAt

São Paulo - A velocista carioca Lorraine Barbosa Martins conseguiu nesta quinta-feira (dia 12) o melhor resultado brasileiro até agora do Campeonato Mundial Sub-20 de Atletismo, que está sendo disputado na cidade de Tampere, na Finlândia. Ela ficou em sexto lugar na final dos 100 m, com o tempo de 11.48 (vento de 0.0). A jamaicana Briana Williams conquistou a medalha de ouro com 11.16. A norte-americana Twanisha Terry ficou com a de prata com 11.19 e a britânica Kristal Awuah levou o bronze, com 11.37.
Fonte: CBAt

Lorraine, que no ano passado ficou na quarta posição nos 100 e nos 200 m do Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia, tem como recorde pessoal nos 100 m 11.47. Treinada por Neusa Amaral, na EMFCA, a atleta de 18 anos passou para a final com o oitavo tempo na fase semifinal. Ela ficou em terceiro lugar na série 2, com 11:57.

Na final do lançamento do disco, a catarinense Valquiria Meurer terminou em nono lugar, com 49,03 m, marca obtida em sua primeira tentativa. Ela queimou a segunda e conseguiu 47,34 m na terceira. O ouro ficou com Alexandra Emilianov, da Moldávia, com 57,89 m, seguida da finlandesa Helena Leveelahti, com 56,80 m, e da cubana Silinda Oneisi Morales, com 55,37 m.

Nas eliminatórias dos 400 m com barreiras, o paulista Alison dos Santos classificou-se para as semifinais desta sexta-feira (13). Ele ficou em segundo na série 4, com 51.08, sendo superado apenas pelo queniano Moitalel Mpoke Naadokila, vencedor, com 50.87. No geral, o brasileiro avançou com o terceiro melhor tempo. Alison está na raia 4 da primeira semifinal, que terá largada às 13:28 no horário de Brasília (19:28 em Tampere). Ele correrá ao lado de Naadokila, que correrá na 5.

Nas semifinais dos 400 m com barreiras femininas, as brasileiras não passaram para a final desta sexta-feira. Chayenne Pereira da Silva ficou na quinta colocação na série 3, com 59.19, enquanto Marlene Ewellyn do Santos terminou em oitavo na série 2, com 1:00.53. Já nos 400 m masculino, Bruno Benedito da Silva também não avançou à final. Ele terminou em quarto lugar na série 1 das semifinais, com 46.74.

Nesta sexta-feira, no Ratina Stadium, começam novas disputas para os brasileiros. Pedro Henrique Rodrigues e Luiz Maurício da Silva, por exemplo, disputam a qualificação do lançamento do dardo. Com 73,02 m, o amazonense Pedro Henrique está em 10º lugar no Ranking Mundial da categoria da IAAF. Ele disputa o Grupo B, a partir das 04:45 de Brasília (10:45), enquanto o mineiro Luiz Maurício está no Grupo A, que começa às 03:30 (09:30).

A catarinense Micaela Rosa de Melo participa da série 3 das eliminatórias dos 100 m com barreiras, às 03:49 (09:49).

Nas eliminatórias dos 200 m, o Brasil terá duas representantes. A piauiense Letícia Lima e a carioca Lorraine Martins, que volta ao estádio. Letícia está na série 1, enquanto Lorraine está na série 3. As provas começam às 06 horas de Brasília (12:00). As duas devem integrar a equipe brasileira de revezamento 4x100 m feminino, que faz a semifinal 2 do Mundial, a partir da 12:13.

O canal 2 da SporTV promete transmitir as provas do Mundial Sub-20 desta sexta-feira, a partir das 11:25.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Atletas avançam para as semifinais na Finlândia

11|07|2018 - 15:11 | Assessoria de Imprensa da CBAt
São Paulo - A jovem geração do Atletismo brasileiro participa do Campeonato Mundial Sub-20, na cidade de Tampere, na Finlândia. Nas eliminatórias dos 400 m com barreiras, nesta quarta-feira (dia 11), as duas representantes nacionais passaram para as semifinais da competição. Marlene Ewellyn Santos ficou em terceiro lugar na série 3 das eliminatórias, com 59.00, enquanto Chayenne Pereira da Silva obteve 59.26 na série 4. As semifinais serão nesta quinta-feira (12). Marlene está na série 2, às 12:57 de Brasília, enquanto Chayenne disputará a série 3, às 13:04.

Nos 400 m, Bruno Benedito da Silva obteve qualificação para as semifinais ao ficar em segundo lugar na série 3 das eliminatórias, com 47.05. Ele obteve o nono tempo do dia. As semifinais serão nesta quinta-feira. O brasileiro está na série 1, às 13:40.

Fonte: CBAt

Já nas eliminatórias dos 100 m, Lorraine Barbosa Martins passou bem pelas eliminatórias. Ela ficou em segundo na série 3, com 11.52 (1.9). Ela está na série 2 das semifinais desta quinta-feira, marcada para as 11:47. Se passar, ela disputará a final às 15:15 de Brasília. A outra brasileira na prova, Gabriela Mourão, ficou nas eliminatórias. Ela completou a série, em 11.98 (1.8) e não passou.

Na final do lançamento do dardo, a mato-grossense Fabielle Samira Ferreira acabou em 10º lugar, com 50,05 m. O ouro foi para a ucraniana Alina Shukh, com 55,95 m, seguida da japonesa Tomoka Kuwazoe, com 55,66 m, e da norte-americana Dana Baker, com 51,85 m.

A carioca Tiffani Marinho e a paulista Giovana Rosalia dos Santos também não passaram pelas semifinais dos 400 m. Tiffani terminou em quarto lugar na série 2, com 53.30, enquanto Giovana, medalha de bronze no Mundial Sub-18 do Quênia 2017, ficou em quinto na série 3, com 54.30. ~

Nos 110 m com barreiras, o mineiro Vittor Matheus Souza foi desqualificado na série 6 das eliminatórias. No arremesso do peso, a também mineira Ana Caroline Silva terminou em 10º no Grupo B de qualificação, com 14,15 m, não passando para a final.

Para esta quinta, está prevista a estreia do paulista Alison Brendom dos Santos nos 400 m com barreiras. Ele disputará a série 4, a partir das 04:56, com o oitavo melhor tempo no Ranking da categoria, considerando dois atletas por país. Na etapa da tarde, no horário de Tampere, está prevista ainda a final do lançamento do disco, com a presença da catarinense Valquiria Meurer, que se classificou com a marca de 50,97 m.

O canal 2 da SporTV promete transmissão ao vivo do evento a partir das 11:35 desta quinta-feira.

Brasileiros começam bem o Mundial Sub-20 na Finlândia

10|07|2018 - 14:20 | Assessoria de Imprensa da CBAt
São Paulo - O Brasil começou bem, nesta terça-feira (dia 10), a disputa do Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20, no Tampere Stadium, na cidade de Tampere, na Finlândia. O evento, que reúne mais de 1.400 atletas de 158 países, exibe as futuras estrelas da modalidade.

Fonte: CBAt

Nas eliminatórias dos 400 m, por exemplo, a carioca Tiffani Beatriz Marinho ficou em segundo lugar na série 3, com 53.18, passando para as semifinais desta quarta-feira (11), com o sétimo melhor tempo. A paulista Giovana Rosalia dos Santos, bronze no Mundial Sub-18 do Quênia 2017, passou por tempo ao conseguir 54.35 na série 2 para as semifinais, que serão disputadas a partir das 12:25 no horário de Brasília.

No lançamento do dardo, a mato-grossense Fabielle Samira Ferreira passou pela qualificação no Grupo B. Ela obteve a marca de 50,16 m e entrou na final, que será disputada nesta quarta-feira (11), a partir das 12:50. A italiana Sara Zabarino conseguiu o melhor resultado do dia, com 53,99 m, recorde pessoal.

A catarinense Valquiria Meurer também passou para a final do lançamento do disco, marcada para quinta-feira (12), às 12:25. Ele se classificou no Grupo A ao ficar em sétimo lugar, com 50,92 m. Alexandra Emelianova, da Moldavia, alcançou o melhor resultado, com 57,05 m.

No salto em distância, o paranaense Weslley Beraldo não passou pela qualificação no Grupo A. Ele ficou em 10º lugar, com 7,19 m (0.3). A melhor marca do dia foi do japonês Yuki Hashioka, com 7,92 m (1.1).

O mesmo ocorreu com a gaúcha Isabel Demarco Quadros, no salto com vara. Ela disputou o Grupo B e terminou em 12º lugar, com 3,95 m. Ela precisava repetir seu recorde pessoal de 4,10 m para brigar por uma vaga na final.

Mais sete brasileiros estreiam nesta quarta-feira (11) no Mundial Sub-20, todos no horário de Brasília. Vittor Matheus Souza disputa a série 6 das eliminatórias dos 110 m com barreiras, às 04:15. Quinze minutos depois, Ana Caroline Miguel da Silva participa do grupo B de qualificação do arremesso do peso.

Nas eliminatórias dos 400 m com barreiras, o Brasil terá duas representantes: Marlene Ewellyn Santos na série 3, às 04:45, e Chayenne Pereira da Silva, na 4, às 04:54.

Já Bruno Benedito da Silva disputa as eliminatórias dos 400 m, na série 3, às 05:36, enquanto Lorraine Barbosa Martins e Gabriela Mourão competem na primeira fase dos 100 m. Lorraine está na série 3, às 06:43, e Gabriela, na 4, às 06:51.

Nos 110 m com barreiras, caso Vittor Matheus Souza se classifique, as semifinais serão disputadas às 10:40 desta quarta. A SporTV promete transmitir o Mundial pelo canal 2, a partir das 10:10.

O Brasil, que tem uma delegação de 20 atletas, disputa o Mundial da Finlândia com recursos do Programa Caixa de Seleções, da CBAt.

Brasileiros estreiam no Mundial Sub-20 na Finlândia

09|07|2018 - 15:21 | Assessoria de Imprensa da CBAt
Fonte: CBAt
São Paulo - O Brasil disputa o Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20, a partir desta terça-feira (dia 10), no Tampere Stadium, na cidade de Tampere, na Finlândia. A Seleção terá 20 representantes no Mundial organizado pela IAAF e que reunirá 1.462 atletas, de 158 países. A delegação brasileira viajou no sábado (7) para a Finlândia, otimista pelos resultados do grupo e pelo Camping de Treinamento realizado no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista (SP).

Nesta segunda-feira, o grupo de atletas já fez o reconhecimento do estádio da competição, entrando ainda mais no clima do evento, disputado pela primeira vez em Atenas, na Grécia, em 1986. Neste período, o Brasil ganhou 12 medalhas (3 de ouro, 1 de prata e 8 de bronze). No primeiro dia de competição, seis brasileiros estreiam no Mundial, que terá transmissão pela SporTV 2, a partir das 10 horas, segundo informação da emissora - em Tampere o fuso horário é de seis horas a mais em relação a Brasília.

A fase de qualificação e de eliminatórias começa mais cedo. A mato-grossense Fabielle Samira Ferreira será a primeira a competir. Ela participa da qualificação do lançamento do dardo, no Grupo B, a partir das 04:20 no horário de Brasília (10:20, em Tampere). O paranaense Weslley Bevilaqua Beraldo compete no salto em distância, no Grupo A, a partir das 05:20 (11:20).

Na competição, que prossegue na parte da tarde, a gaúcha Isabel Demarco de Quadros tenta vaga na final do salto com vara, no grupo B, a partir das 10:15 (16:15) de Brasília. Nas eliminatórias dos 400 m, a paulista Giovana Rosalia dos Santos, medalha de bronze no Mundial Sub-18 de Nairóbi 2017, corre na série 2, às 10:58 (16:58), enquanto a carioca Tiffani Beatriz Marinho compete na série 3, às 11:06 (17:06). A catarinense Valquiria Meurer fecha a participação dos brasileiros no primeiro dia, no Grupo B na qualificação do lançamento do disco, a partir das 12:05 (18:25).

A competição prossegue até domingo (15) e a expectativa da IAAF é o surgimento de uma nova geração, que já brilhe nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O Brasil disputa o Mundial da Finlândia com recursos do Programa Caixa de Seleções, da CBAt.

domingo, 8 de julho de 2018

Atletismo: Mikael Jesus conquista o Bronze no Troféu Brasil

O atleta mourãoense Mikael Jesus conquistou um grande resultado neste domingo, 8, quando disputou o Grande Prêmio Brasil de Atletismo, competição organizada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e que reuniu atletas do país e também atletas internacionais em Bragança Paulista (SP).
Mikael faturou a medalha de bronze na prova dos 400 metros com barreira, em uma disputa que contou com 4 atletas de fora do país – um dos Estados Unidos, um da África do Sul, um do Chile e um do Uruguai).
O técnico da equipe de Atletismo de Campo Mourão, Paulo Cesar Costa, enalteceu o resultado em uma competição de alto nível e lembrou que Mikael é um atleta revelado na base, através do Circuito de Rua: “Uma grande conquista do nosso atleta descoberto no circuito de corrida de rua que era realizado nas escolas e Colégio de Campo Mourão” lembrou.
Além de Mikael, Lucas Carvalho Silva, também disputou o Grande Prêmio Brasil nos 400 metros rasos e ficou com o 8º lugar.

sábado, 7 de julho de 2018

TV mostra GP Brasil Caixa de Atletismo ao vivo

07|07|2018 - 09:51 | Assessoria de Imprensa da CBAt
Bragança Paulista - O Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo - que será disputado neste domingo (dia 08) - poderá ser visto pelos fãs do esporte em várias plataformas de comunicação.

Fonte: CBAt

A competição, válida pela IAAF World Challenge e pelo Circuito Mundial do Lançamento do Martelo, terá transmissão pela TV aberta, canal a cabo, internet e ao vivo no Estádio do CNDA.

O torneio, considerado o principal evento atlético da América Latina, será transmitido ao vivo pela TV Brasil, pela SporTV, e pela Atletismo Brasil TV, que receberão imagens da Produtora Multvídeo.

A Atletismo Brasil mostrará o evento ao vivo pela página do facebook da CBAt (https://www.facebook.com/oficialcbat/). Além disso, a empresa francesa Lagardère negocia a transmissão do Meeting para emissoras de vários continentes.

ENTRADA LIVRE
Os interessados em assistir ao vivo um grande evento de Atletismo no Estádio do Centro Nacional do Desenvolvimento do Atletismo não precisam de ingressos. A entrada é gratuita. O Estádio fica na Estrada Municipal Antônio Franco de Lima, s/n (acesso pela Rodovia Alkindar Monteiro, km 50,5 - SP 063) - Bairro do Campo Novo.

INFRAESTRUTURA
Cerca de 250 pessoas trabalham para a realização do GP Brasil Caixa 2018, sendo que a arbitragem reúne 100 pessoas. A Multvídeo tem 50 profissionais, enquanto 45 seguranças externos e locais trabalham no evento. Estarão a postos também 35 funcionários da CBAt e do CNDA e nove pessoas das equipes médicas.

MAIS INFORMAÇÕES
Notícias, Programa Horário, Histórico do GP, Lista de Participantes, já estão disponíveis no site do torneio. Acesso pelo link abaixo:

http://www.cbat.org.br/competicoes/gp_brasil/2018/default.asp

SERVIÇO
EVENTO: Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo
LOCAL: Estádio do CNDA
ENDEREÇO: Estrada Municipal Antônio Franco de Lima, s/n (acesso pela Rodovia Alkindar Monteiro, km 50,5 - SP 063) - Bairro do Campo Novo.
DATA: 08/07/2018
HORA: 13:30
ENTRADA: livre

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Brasil vence o Sul-Americano Sub-18 no Equador

01|07|2018 - 18:57 | Assessoria de Imprensa da CBAt
ão Paulo - O Brasil confirmou a condição de favorito e conquistou o título do Campeonato Sul-Americano Sub-18, realizado no Estádio Jefferson Perez, em Cuenca, no Equador.

Fonte: CBAt

A equipe nacional levou 30 medalhas nos dois dias da competição: 14 de ouro, 11 de prata e 5 de bronze. No total, o Brasil fez 319 pontos. O Equador conquistou 25 medalhas (10 de ouro, 6 de prata e 9 de bronze) e 268 pontos. A Colômbia foi a terceira, também com 25 medalhas (9 de ouro, 8 de prata e 8 de bronze) e 214 pontos.

Neste domingo (dia 1º), último dia de competições, foram ganhas 15 medalhas pelo Brasil. No masculino, Vitor Gabriel Motin deu ouro País ao vencer o lançamento do disco com 58,03 m. Medalha dourada também para Caio de Almeida Alves Teixeira, nos 400 m com barreiras, com 52.09 Lucas Conceição Vilar nos 200 m, com 21.34 e Henrique Pereira Silva, no decatlo, com 6.716 pontos

Entre as mulheres, Arielly Rodrigues foi a primeira no salto em altura, com 1,73 m. Foi realizado também a prova mista do 8x300 m, com vitória brasileira, com 4:54.20.

As medalhas de prata foram conquistadas por João Carlos dos Santos Junior nos 400 m com barreiras, com 52.27 Rafaela Cristine de Sousa, no arremesso do peso, com 15,52 m Jessica Vitoria Moreira, 400 m com barreiras, com 1:00.42 Larrisa Serafim de Souza, no heptatlo, com 4.335 pontos e Jonathan Silva, no decatlo, com 6.387 pontos.

Os bronzes ficaram com Lucas Pinho Leite, nos 800 m com 1:56.36 Guilherme Moreira Soares, no lançamento do dardo, com 69,08 m e Vivica Ifeoma Ilobi, nos 400 m com barreiras, com 1:02.52.

"Parabenizo a todos, comissão técnica e atletas, pelo desempenho na competição. O Brasil conseguiu, mais uma vez, manter sua hegemonia no Campeonato", disse o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Warlindo Carneiro da Silva Filho.

Pódio domingo - provas com participação brasileira

Lançamento do disco masculino
1º Vitor Gabriel Motin (BRA) 58,03 m
2º Uriel Nazareno (ARG) 57,19 m
3º Lazaro Bonora (ARG) 54,75 m

400 com barreiras masculino
1º Caio de Almeida Alves Teixeira (BRA) 52.09
2º João Carlos dos Santos Junior (BRA) 52.27
3º Pedro Garrido (ARG) 53.96

Arremesso do peso feminino
1º Lorna Marty Delgado (ECU) 15,84 m
2º Rafaela Cristine de Sousa (BRA) 15,52 m
3º Javiera Beroiza (CHI) 14,70 m

800 m masculino
1º Jonathan Osorno (COL) 1:54.18
2º Jorge Luis Tamay (ECU) 1:55.82
3º Lucas Pinho Leite (BRA) 1:56.36

Salto triplo masculino
1º Kevin Cevallos (ECU) 15,38 m
2º Luciano Mendez (ARG) 15,25 m
3º Marcos Luis Brito (ECU) 15,17 m
5º Adrian Henrique Dias Vieira (BRA) 15,05 m
Angel Inocencio da Silva (BRA) - DNF

200 m masculino
1º Lucas Conceição Vilar (BRA) 21.34
2º Gian Carlos Mosquera (COL) 21.57
3º Alexsander Salazar (PAN) 21.89

Salto em altura feminino
1º Arielly Rodrigues (BRA) 1,73 m
2º Indiana Holgado (ARG) 1,65 m
3º Michelle Benalcazar (ECU) 1,65 m

Lançamento do dardo masculino
1º Gustavo Osorio (ARG) 74,47 m
2º Jean Marcos Mairongo (ECU) 70,71 m
3º Guilherme Moreira Soares (BRA) 69,08 m
4º Carlos Eduardo Pereira (BRA) 68,09 m

400 m com barreiras feminino
1º Valeria Caracas (COL) 59.64
2º Jessica Vitoria Moreira (BRA) 1:00.42
3º Vivica Ifeoma Ilobi (BRA) 1:02.52

Salto em distância feminino
1º Ashley Feijoo (ECU) 5,24 m (0.0)
2º Saleme Buenanueva (ARG) 5,19 m (-0.3)
3º Sara Isabel Arroyo (COL) 5,18 m (-0.4)
4º Larissa Serafim (BRA) 5,04 m (0.2)

Revezamento 8x300 m misto
1º Brasil - 4:54.20
2º Equador - 5:04.98
3º Colômbia - 5:15.01

Heptatlo
1º Sara Isabel Arroyo (COL) 5.036 pontos
2º Larrisa Serafim de Souza (BRA) 4.335 pontos
3º Genesis Corozo (ECU) 4.146 pontos

Decatlo
1º Henrique Pereira Silva (BRA) 6.716 pontos
2º Jonathan Silva (BRA) 6.387 pontos
3º Nicolas Vieira (ARG) 6.170 pontos

Brasil conquista 15 medalhas e lidera o Sul-Americano Sub-18

30|06|2018 - 16:56 | Da Assessoria de Imprensa da CBAt
São Paulo - O Brasil começou bem o Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-18, no Estádio Jefferson Perez, em Cuenca, no Equador, conquistando 15 medalhas (8 de ouro, 5 de prata e 2 de bronze), com dobradinhas em quatro provas. No quadro de pontos o Brasil também lidera, com 151 pontos (98 no masculino e 53 no feminino). O Equador está em segundo lugar, com 132 pontos, e a Colômbia ocupa a terceira posição, com 106.
Fonte: CBAt
No salto em altura masculino, Elton Junio Petronilho foi ouro e Augusto de Campos Fernandes prata, ambos com 2,01 m. O mesmo aconteceu nos 110 m com barreiras: Marcos Paulo Leal Ferreira foi o primeiro com 13.69, seguido por Eric Vitor Campos da Silva, que fez 13.90. 

Nos 400 m masculino, Caio de Almeida Teixeira, com 48.20, e Lucas Conceição Vilar, com 48.34, também deram ouro e prata ao Brasil. Na prova feminina, Jessica Vitoria Moreira, com 56.02, e Erica Geni Barbosa Cavalheiro, com 56.17, subiram aos dois lugares mais altos do pódio.

Os outras medalhas foram conquistadas por Lucas Pinho Leite, ouro nos 1.500 m, com 4:11.90 Nerisnelia dos Santos Sousa, primeira no salto triplo, com 12,68 m Vitor Gabriel Motin, bronze no arremesso do peso, com 17,69 m Adrian Henrique Dias Vieira, campeão do salto em distância, com 7,28 m Leonardo Ferreira dos Nascimento, bronze nos 2.000 m com obstáculos, com 6:29.11 4x100 m masculino, ouro com 41.33, e o 4x100 m feminino, prata com 47.28.

Pódio sábado - provas com participação brasileira

Salto em altura masculino
1º Elton Junio Petronilho (BRA) 2,01 m
2º Augusto de Campos Fernandes (BRA) 2,01 m
3º Justin Herrera Ângulo (ECU) 2,01 m

Lançamento do dardo feminino
1º Yuleixi Anai Ângulo Bonilla (ECU) 54,33 m
2º Lucerys Suarez Pacheo (COL) 49,95 m
3º Avigail Pino Mendez (COL) 49,27 m
5º Stefany Beatriz Navarro da Silva (BRA) 41,75 m

100 m com barreiras feminino (0.5)
1º Aimara Melisa Nazareno Mina (ECU) 13.86
2º Daniela Mena Romaña (COL) 13.95
3º Valeria Cabezas Caracas (COL) 13.99
4º Thais Michele da Silva Clemente (BRA) 14.1

110 m com barreiras masculino (-0.3)
1º Marcos Paulo Leal Ferreira (BRA) 13.69 
2º Eric Vitor Campos da Silva (BRA) 13.90
3º Jarry Martin Saenz de Santa Maria (CHI) 13.95 

1.500 m masculino
1º Lucas Pinho Leite (BRA) 4:11.90 
2º Alfonso Gonzalez Esteban (COL) 4:13.65
3º Daniel Abrahan (ECU) 4:14.00
7º Eduardo Ribeiro Moreira (BRA) 4:26.61

Salto triplo feminino
1º Nerisnelia dos Santos Sousa (BRA) 12,68 m 
2º Monifah-Sin Djoe (SUR) 12,46 m
3º Van Rocio Muñoz (CHI) 12,28 m
5º Whaylla Ester de Oliveira (BRA) 12,01 m

1.500 m feminino
1º Laura Acuña Vidal (CHI) 4:44.98
2º Irene Mejia (ECU) 4:46.96
3º Angie Lorena Fuentes (COL) 4:49.55

100 m feminino (-1.3)
1º Gabriela Anahi Suarez (ECU) 11.84
2º Angie Saray Echeverria (COL) 12.03
3º Orangy Carreño (VEN) 12.06
4º Vitoria Pereira Jardim (BRA) 12.09

Arremesso do peso masculino
1º Uriel Nazareno (ARG) 21,40 m
2º Lazaro Bonora (ARG) 17,97 m
3º Vitor Gabriel Motin (BRA) 17,69 m

400 m feminino
1º Jessica Vitoria Moreira (BRA) 56.02
2º Erica Geni Barbosa Cavalheiro (BRA) 56.17
3º Eliana Garcia (COL) 57.24

2.000 m com obstáculos feminino
1º Veronica Hilario (PER) 7:18.30
2º Maria Eugenia Salinas (ECU) 7:24.35
3º Lesli Dayana Chasiluisa (ECU) 7:37.68

100 m masculino (-0.8)
1º Gian Carlos Mosquera (COL) 10.75
2º Mateo Vargas (PAR) 10.82
3º Marcelo Salas Steeven (ECU) 10.92

400 m masculino
1º Caio de Almeida Teixeira (BRA) 48.20
2º Lucas Conceição Vilar (BRA) 48.34
3º Jonathan Osorno (COL) 49.73

Salto em distância masculino
1º Adrian Henrique Dias Vieira (BRA) 7,28 m (-1.3)
2º Doulany Navaro (SUR) 7,21 m (0.5)
3º Daniel Alejandro Ruiz (VEN) 7,11 m (2.6)

2.000 m com obstáculos masculino
1º Diego Alejandro Camacho (COL) 6:26.40
2º Julio Palomino (PER) 6:28.09
3º Leonardo Ferreira dos Nascimento (BRA) 6:29.11
5º Matheus Estevão da Silva Borges (BRA) 6:42.57

Lançamento do disco feminino
1º Morelia Merari (ECU) 44,97 m
2º Dahiana Lopez (URU) 40,17 m
3º Sofia Esmirnova (ECU) 39,30 m
5º Rafaela Cristina da Silva (BRA) 38,52 m 
6º Rafaela Cristine de Sousa (BRA) 36,62 m

4x100 m feminino
1º Equador - 46.94
2º Brasil - 47.28
3º Peru - 49.52

4x100 m masculino
1º Brasil - 41.33
2º Equador - 41.69
3º Peru - 44.19

Seguidores